terça-feira, 26 de julho de 2016

Lúpus pacientes reclamam de falta de remédios para tratamento no Acre


No AC, pacientes reclamam de falta de remédios para tratamento do lúpus

Iryá Rodrigues Do G1 AC
26/07/2016

Pacientes dizem que estão comprando a medicação por conta própria.

Secretaria de Saúde do Acre diz que vai apurar denúncias.

Pacientes com lúpus reclamam que não estão conseguindo o medicamento para tratar a doença em Rio Branco. O remédio é distribuído pelo Ministério da Saúde, mas não tem chegado ao município e os portadores da doença afirmam que estão tendo que comprar os remédios por conta própria.

Ao G1, a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) disse que vai apurar as denúncias e deve se posicionar posteriormente.

Maria Vilce Melo tem 49 anos, e, em 2010, descobriu que era portadora da doença. A doença pode afetar a pele, as articulações, os rins e os demais órgãos do corpo. Para o tratamento, a dona de casa precisa tomar três medicamentos constantes. O problema é que ela não encontra os remédios que deveriam ser fornecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Sem conseguir gratuitamente os medicamentos, a portadora de lúpus conta que precisa desembolsar mais de R$ 200 por mês para garantir o tratamento.

"É muito caro, e não tem condições de comprar todo mês. Ainda bem que tenho conseguido doações para comprar. Ficar sem remédio é terrível, sinto muitas dores e agora meus rins estão querendo parar. Não tenho conseguido nenhum remédio pelo SUS, todos estão sendo comprados", reclama.

A estudante Jamile Maria da Silva, de 21 anos, descobriu a doença há seis anos e conta que precisou entrar na Justiça para ter direito ao medicamento. Ela afirma que está há pelo menos cinco meses sem tomar a medicação e sente muitas dores. Ela conta que a justificativa da Saúde é que está faltando fornecedor para o SUS.

"Nesta segunda-feira [25] fiquei sabendo que saiu o alvará para eu receber o dinheiro para comprar os remédios, porém, como demorou muito para sair a decisão e o valor dos remédios já aumentou, o que iria dar para três meses de tratamento, só vai dar para dois. Consegui na Justiça o valor de R$ 17 mil para a compra de medicamentos para três meses", conta a estudante.

Janete Zaira, integrante da a Associação dos Portadores de Lúpus do Acre (Aplac), afirma que estão faltando muitos medicamentos e diz que a informação é de que os laboratórios estão sem matéria-prima para fornecer os remédios ao estado.

"Desde novembro essa situação tem se agravado, porque não tem medicamento nem para comprar. Na associação temos 200 pessoas cadastradas, e até algumas dessas estão sem medicação. Quem não está cadastrado, precisa fazer esse procedimento para conseguir os remédios", finaliza Janete.
http://g1.globo.com/ac/acre/noticia/2016/07/no-ac-pacientes-reclamam-de-falta-de-remedios-para-tratamento-do-lupus.html
#Acre #SesaCre #SUS
#LúpusTemQueTerTratamentoAdequado
#VivaBemComLúpus
#Blogspot #LúpusLesLe ƸӜƷ

Nenhum comentário:

Postar um comentário