sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Lúpus não é nenhum vírus autoimune !!! #FicaDica TV&Famosos


Nem sei o que falar desta matéria
cada coisa que lemos !!!
Como assim "Lúpus um vírus autoimune"?
Será que descobriram #Lobovírus??? afff só era está que faltava :(
#BoraSeInformarMelhor #TV&Famosos
Resposta #SandraStel: Lúpus Não é nenhum vírus, ele Não se pega, Não é contagioso.

Dra Emília Inoue sato Unifesp
Você sabe o que é Lúpus? 
Psicóloga Fabiana Bezerra
por Daniel Jorge (Rádio Cultura FM 104,3)
Lúpus Eritematoso Sistêmico é uma doença crônica e de origem autoimune que atinge na maioria dos casos mulheres na faixa etária de 15 a 45 anos.

Mas o que causa o Lúpus?
Por alguma razão ainda desconhecida, o sistema imunológico que deveria apenas proteger o organismo da pessoa contra os “invasores”, na pessoa que tem Lúpus esse sistema falha e começa a “atacar” o próprio organismo, podendo lesionar diversos órgãos.
Isso pode ocorrer de forma lenta e progressiva (em meses) ou mais rapidamente (em semanas) e variam com fases de atividade e de remissão.
São reconhecidos 2 tipos principais de lúpus: o cutâneo, que se manifesta apenas com manchas na pele (geralmente avermelhadas), principalmente nas áreas que ficam expostas à luz solar (rosto, orelhas, colo (“V” do decote) e nos braços e o sistêmico, no qual um ou mais órgãos internos são acometidos.
Alguns sintomas são gerais como a febre, emagrecimento, perda de apetite, fraqueza e desânimo. Outros, específicos de cada órgão como dor nas juntas, manchas na pele, inflamação da pleura, hipertensão e/ou problemas nos rins.

É importante dizer que o Lúpus apesar de não ter cura atualmente, é totalmente tratável e Não é contagioso. O tratamento é medicamentoso e oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) totalmente gratuito.
É fundamental que a pessoa com esse diagnóstico possa contar com uma rede social (amigos, familiares, colegas de trabalho) que o apoie.

Viver num ambiente emocionalmente seguro pode influenciar positivamente no enfrentamento da doença, não só no caso do Lúpus, mas em outras doenças crônicas também.

Situações de extremo estresse podem piorar o quadro da pessoa com Lúpus.

É possível se obter uma qualidade de vida apesar do Lúpus.

As pessoas com o diagnóstico precisam ter cuidado especiais com a saúde incluindo atenção com a alimentação, repouso adequado, evitar condições que provoquem estresse e atenção rigorosa com medidas de higiene (pelo risco potencial de infecções). Idealmente deve-se evitar alimentos ricos em gorduras e o álcool.

Outra medida de ordem geral é evitar (ou suspender se estiver em uso) os anticoncepcionais com estrogênio e o cigarro.
Pessoas com LES, independentemente de apresentarem ou não manchas na pele, devem adotar medidas de proteção contra a irradiação solar, evitando ao máximo expor-se à “claridade”, além de evitar a “luz do sol” diretamente na pele, usando sempre filtro solar.

Referências:
Texto baseado na Cartilha Educativa sobre Lúpus da SBR- Sociedade Brasileira de Reumatologia disponível em www.reumatologia.org.br.


#Lobovírus???
#FicaDica
#SelenaGomezTemqueTerPaz #LúpusNãoéVírus
#LúpusNãoéContagioso
#LúpusTemqueterAtenção
#LúpusTemQueTerTratamendoAdequado
#LupusUnidosSomosMaisFortes
#VivendoBemComoLúpus
#Lupusleslesblogspot♡

Nenhum comentário:

Postar um comentário